Categoria: Games

POR: Paulo Rezende
EM: Games

Bom, querido leitor, antes de mais nada prepara aí um lanche e senta que lá vem história! :)

Eu nunca fui dessas pessoas que sempre teve a chance de ter o videogame da moda em casa. Apesar de eu gostar muito de games em geral, nunca fui uma pessoa que priorizou na vida (seja por vontade própria ou não, rs) ter o último console lançado no mercado que todo mundo tinha e curtia os jogos ultra novos. Ganhei meu Super Nintendo de presente de natal quando todo mundo já estava começando a curtir seus PlayStation, Nintendo 64 e Sega Saturn. Quando finalmente consegui juntar minha mesada pra comprar meu Nintendo 64, a galera já estava lá na frente com seus PlayStation 2, GameCubes e Xboxes.

Depois do N64 eu parei de me importar um pouco com consoles para TV, e passei a me jogar mais em jogos portáteis e para PC. Joguei Pokémon até os dedos caírem no meu Game Boy Color que pintei com esmalte de glitter, porque claramente pra mim na época era uma boa ideia e a criança viada que habitava o meu ser já desde aquela época falou mais alto. E durante o tempo em que meu Game Boy foi substituído Nintendo 3DS XL, eu ficava a todo momento desejando ter a última novidade da Nintendo: um Wii U. Quando finalmente consegui parcelar o bendito em 12x sem juros, eles vão e anunciam que o console vai ser descontinuado porque em breve seria lançado outra novidade em videogames! HAHAHA! Mas a felicidade de finalmente ter conseguido comprar um console dos meus sonhos depois de tantos anos desejando foi tanta que eu nem liguei. Aproveitei ao máximo o meu tijolão preto com vários jogos comprados ao logo de uns dois anos.

2017 chegou e, com ele, a tal novidade da criadora de Mario e Luigi: o Nintendo Switch. O hype foi tanto que me endividei pra garantir o meu logo no lançamento mesmo. Pela primeira vez eu tinha o último lançamento do mundo dos games e nada mais ia me parar nessa empreitada de ser o maior jogador que esse planeta ja viu aaaaargh! Mas parou sim. A preguiça de sequer EXISTIR (rs), outras prioridades na vida e principalmente outras prioridades financeiras me fizeram comprar apenas o novo Zelda e mais pro fim do ano o Splatoon 2. Joguei horres, e aqui estamos em 2018. Com a empolgação pelo console totalmente restaurada, já comprei e joguei mais dois jogos só nesses primeiros meses do ano. E o plano é jogar ainda mais até o calendário virar pra 2019! Então, sem maiores enrolações, aqui vai a lista dos 10 jogos que eu estou mais empolgado pra jogar ainda esse ano (até agora). Vamos lá!